terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Devaneios

Ontem, ao relento
Via-me entre areias e o som do mar
Sonhava-te ,sóbria imagem de mulher,
Com o sensual a flor da pele.
Na beira da praia,
Pequenas ondas roçavam tua tez
Teus pés descalços,
Seguiam firmes e retos para o crepúsculo.
Em maravilhado momento
Meu corpo uniu-se
Aquela vultosa imagem,
E transcendeu de amor.
Os raios de sol teimosos,
Junto àquela parafernália do modernismo,
Interromperam meu viver.





5 comentários:

  1. Eu simplesmente ameei...
    muito lindo, sutil e verdadeiro.
    Vitinho, adorei, parabéns!
    :D

    ResponderExcluir
  2. nossa, que texto sexy!
    adorei isso aqui!
    hahahaha

    parabéns, Gautama Kisser ;)
    e sobre a ideia do blog, não sei não.
    É melhor deixar a escrita para aqueles que têm o dom, como você e a Tay :D

    ResponderExcluir
  3. ele consegue tocar a alma com que escreves.
    tudo tão sublime.. e suave.
    sinto saudades, querido.

    ResponderExcluir
  4. Tem um selo no meu blog pra você. Confere lá!

    ResponderExcluir
  5. uma sensualidade bem empregada ao poema, ficou legal!


    http://diariodagarotadevariasfaces.blogspot.com/
    sigo quem me segue e retribuo comentários.!

    ResponderExcluir